Calendário de Vacinação São José dos Campos 2020 – Lista de Vacinas

As campanhas e calendários de vacinação são sempre afetados pelo tempo. As doenças, os seres humanos e as tecnologias da área da saúde mudam, melhoram, simplificam e são criados jeitos novos de se combaterem doenças a cada mês. A importância disso reflete a habilidade das doenças de se adaptarem.

Cabe ao governo federal e aos órgãos responsáveis pela saúde pública, caso do Ministério da Saúde, configurar um guia para que a população possa saber com tranquilidade quais vacinas são necessárias, quais doenças devem preocupar e como a população pode combater essas mazelas.

Calendário de Vacinação São José dos Campos 2020

Calendário de vacinaçãoO Ministério da Saúde disponibiliza, todo ano, um calendário organizado com todas as vacinas que precisam ser aplicadas pela rede pública.

Essas vacinas podem ser chatas de tomar, mas são extremamente necessárias e podem salvar a vida de milhares de pessoas de doenças como a malária, tuberculose, sarampo e poliomielite.

O guia também leva todas as datas de vacinação e as idades precisas com que crianças, jovens e adultos necessitam das doses para evitar o contágio e a contração da doença.

No ano de 2019, o calendário ficou da seguinte forma:

calendário vacinação são josé dos campos

Crianças

  • Ao nascer:

✔️ BCG – ID: Dose única. Previne algumas formas graves de tuberculose,

✔️ Vacina hepatite B: Dose única.

  • 2 meses:

✔️ Vacina pentavalente (DTP + HB + Hib): Primeira dose. Previne difteria, tétano, coqueluche, hepatite B, meningite e outras infecções oriundas do vírus Haemophilus Influenzae tipo b,

✔️ VIP (Vacina Inativada Poliomielite): Primeira dose. Previne Poliomielite (paralisia infantil),

✔️ VORH (Vacina Oral de Rotavírus Humano): Primeira dose. Previne diarreia por Rotavírus,

✔️ Vacina pneumocócica 10 (valente): Primeira dose. Previne doenças invasivas e otite média aguda causada por Streptococcus pneumoniae.

  • 3 meses:

✔️ Vacina meningocócica C (conjugada): Primeira dose. Doenças invasivas causadas por Neisseria meningitidis do tipo C.

  • 4 meses:

✔️ Vacina pentavalente (DTP + HB + Hib): Segunda dose. Previne difteria, tétano, coqueluche, hepatite B, meningite e outras infecções oriundas do vírus Haemophilus Influenzae tipo b,

✔️ VIP (Vacina Inativada Poliomielite): Segunda dose. Previne Poliomielite (paralisia infantil),vacinação

✔️ VORH (Vacina Oral de Rotavírus Humano): Segunda dose. Previne diarreia por Rotavírus,

✔️ Vacina pneumocócica 10 (valente): Segunda dose. Previne doenças invasivas e otite média aguda causada por Streptococcus pneumoniae.

  • 5 meses:

✔️ Vacina meningocócica C (conjugada): Primeira dose. Doenças invasivas causadas por Neisseria meningitidis do tipo C.

  • 6 meses:

✔️ Vacina pentavalente (DTP + HB + Hib): Terceira dose. Previne difteria, tétano, coqueluche, hepatite B, meningite e outras infecções oriundas do vírus Haemophilus Influenzae tipo b,

✔️ VIP (Vacina Inativada Poliomielite): Terceira dose. Previne Poliomielite (paralisia infantil).

  • 9 meses:

✔️ Vacina febre amarela: Dose única.

  • 12 meses:

✔️ SRC (tríplice viral): Primeira dose. Previne sarampo, caxumba e rubéola,

✔️ Vacina pneumocócica 10 (valente): Reforço. Previne doenças invasivas e otite média aguda causada por Streptococcus pneumoniae,

✔️ Vacina meningocócica C (conjugada): Reforço. Doenças invasivas causadas por Neisseria meningitidis do tipo C.

  • 15 meses:

✔️ VOP (Vacina Oral Poliomielite): Primeiro reforço. Previne poliomielite (paralisia infantil),vacinação

✔️ Vacina Hepatite A: Dose única,

✔️ DTP (tríplice bacteriana): Primeiro reforço. Difteria, tétano e coqueluche,

✔️ SCRV (tetra viral): Dose única. Sarampo, caxumba, rubéola e varicela.

  • 4 anos:

✔️ DTP (tríplice bacteriana): Segundo reforço. Difteria, tétano e coqueluche,

✔️ VOP (Vacina Oral Poliomielite): Segundo reforço. Previne poliomielite (paralisia infantil),

✔️ Vacina varicela: Segunda dose. Previne catapora.

vacinação em são josé dos campos 2020

  • 9 anos (meninas até 15 anos):

✔️ HPV quadrivalente: Duas doses. Previne infecções pelo papilomavírus humano.

Adolescentes

  • 11 a 19 anos:

✔️ Hepatite B (dependendo da situação de vacinas aplicadas): Três doses,

✔️ Dupla adulto (dT – dependendo da situação de vacinas aplicadas): Três doses ou reforço. Previne difteria e tétano,

✔️ Tríplice viral (SCR – dependendo da situação de vacinas aplicadas): Duas doses. Previne sarampo, caxumba e rubéola,

✔️ Febre amarela (dependendo da situação de vacinas aplicadas): Dose única.

vacinação 2020

  • 11 a 14 anos (meninos):

✔️ HPV quadrivalente: Duas doses. Previne infecções pelo papilomavírus humano.

  • 11 a 14 ANOS (meninos e meninas):

✔️ Vacina meningocócica C (conjugada): Reforço ou dose única. Previne doenças invasivas causadas por Neisseria meningitidis do tipo C.

Adultos

  • 20 a 59 anos:

✔️ Hepatite B (dependendo da situação de vacinas aplicadas): Três doses,

✔️ Dupla adulto (dT – dependendo da situação de vacinas aplicadas): Três doses ou reforço. Previne difteria e tétano,

✔️ Febre amarela (dependendo da situação de vacinas aplicadas): Dose única.

  • 20 a 49 anos:

✔️ Tríplice viral (SCR – dependendo da situação de vacinas aplicadas): Duas doses até 30 anos. Uma dose a partir dos 30. Previne Sarampo, caxumba e rubéola.

vacinação 2020 são josé dos campos

Gestantes

✔️ Hepatite B (dependendo da situação de vacinas aplicadas): Três doses,

✔️ Dupla adulto (dT e ou dTpa tipo adulto – dependendo da situação de vacinas aplicadas): Três doses ou reforço. Previne difteria e tétano.

Idosos (60 anos ou mais)

vacinação para 2020

✔️ Hepatite B (dependendo da situação de vacinas aplicadas): Três doses,

✔️ Dupla adulto (dT – dependendo da situação de vacinas aplicadas): Doses ou reforço. Previne difteria e tétano.

Você não pode deixar de se vacinar contra a gripe, devendo seguir os grupos prioritários quando ocorre sua campanha de vacinação, ok?

Campanhas de Vacinação de São José dos Campos

São José dos Campos registrou em 2019 uma confirmação de Sarampo em um bebê de 11 meses.

Além dele, mais de 250 pessoas foram expostas à doença, de forma que a cidade começou uma campanha de vacinação contra a Sarampo, na segunda metade do ano.

É o primeiro caso de registro da doença em 20 anos o que fez com que a cidade se preparasse para imunizar seus habitantes. Sendo assim disponibilizou a vacina e, ao longo dos dias principais de campanha, imunizou mais de 17 mil habitantes.

Ainda é incerto se a campanha continuará no ano de 2020. O Ministério da Saúde está trabalhando em recolher dados de saúde de todas as regiões, principalmente das que tiveram casos registrados de doenças preocupantes ou que não dão as caras há anos.

Normalmente levam-se alguns meses para o Ministério conseguir reunir todos os dados necessários e formular o calendário de vacinação do ano, que geralmente é disponibilizado ao público no começo do ano, por volta de março. Sendo assim o calendário de vacinação oficial de 2020 ainda não está disponível, por isso use o calendário de 2019 citado acima para orientar-se neste ano.

Patrícia Fischer

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content