Calendário de vacinação Teresina 2020: Vacinas e Grupos Prioritários

Todos os anos, o Ministério da Saúde disponibiliza o Calendário Nacional de Vacinação: um guia indicando todas as vacinas que devem ser tomadas e suas respectivas faixas etárias.

Além disso, o Governo realiza diversas campanhas de vacinação ao longo do ano, a fim de imunizar o máximo possível de pessoas, especialmente aquelas que fazem parte de algum dos grupos prioritários.

Se você é de Teresina e quer obter algumas informações a respeito do Calendário de Vacinação neste ano de 2020, leia o que preparamos para você e mantenha sua carteirinha de vacinação em dia!

Calendário Nacional de Vacinação 2020

vacinação teresina

O Calendário Nacional de Vacinação é preparado anualmente pelo Ministério da Saúde, com base nas orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Esse calendário, em especial, não estipula as datas em que determinadas campanhas de vacinação ocorrerão, mas sim indica que vacinas indivíduos de determinadas faixas etárias precisam tomar.

Segundo o Calendário Nacional de Vacinação, deve-se tomar as vacinas nestas faixas etárias:

  • Ao nascer: vacina contra BCG e primeira dose contra Hepatite B;
  • Aos 2 meses: primeiras doses da Penta/DTP, VIP/VOP, Pneumocócica e Rotavírus Humano;
  • Aos 3 meses: primeira dose contra Meningocócica C;
  • Aos 4 meses: segundas doses da Penta/DTP, VIP/VOP, Pneumocócica e Rotavírus Humano;
  • Aos 5 meses: segunda dose contra Meningocócica C;
  • Aos 6 meses: terceiras doses da Penta/DTP e VIP/VOP; além disso, uma ou duas doses anuais contra a Influenza (gripe);
  • Aos 9 meses: dose única contra a Febre Amarela; além disso, uma ou duas doses anuais contra a Influenza (gripe);
  • Aos 12 meses: reforços contra a Pneumocócica e a Meningocócica C e primeira dose contra a tríplice viral; além disso, uma ou duas doses anuais contra a Influenza (gripe);
  • Aos 15 meses: primeiros reforços da Penta/DTP e VIP/VOP; uma dose contra a Hepatite A e a Tetra Viral; além disso, uma ou duas doses anuais contra a Influenza (gripe);
  • Aos 4 anos de idade: segundos reforços da Penta/DTP; uma dose contra a Varicela; além disso, uma ou duas doses anuais contra a Influenza (gripe);
  • Aos 5 anos de idade: uma dose, a depender da situação vacinal anterior, com a PNM10v, contra a Pneumocócica 23V; além disso, uma ou duas doses anuais contra a Influenza (gripe);
  • Aos 9 anos de idade: vacina contra HPV para meninas entre 9 e 14 anos;
  • Entre 10 e 19 anos: 3 doses contra a Hepatite B, 1 reforço ou dose única contra a Meningocócica C, entre 11 e 14 anos, dose única contra a Febre Amarela, duas doses da Tríplice Viral e uma dose da pneumocócica 23V, todas a depender da situação vacinal anterior; 2 doses da HPV para meninos entre 11 e 14 anos e para meninas entre 9 e 14 anos; Dupla Adulta, com reforço a cada dez anos;
  • Entre 20 e 59 anos: 3 doses contra a Hepatite B, dose única contra a Febre Amarela, 2 doses (entre 20e 29 anos) e 1 dose (entre 30 a 49 anos) da Tríplice Viral, uma dose da Pneumocócica 23V, todas a depender da situação vacinal anterior; Dupla Adulta, com reforço a cada dez anos; dose anual contra a influenza (gripe) a partir dos 55 anos;
  • A partir de 60 anos: 3 doses contra a Hepatite B, dose única contra a Febre Amarela, ambas a depender da situação vacinal anterior; reforço da pneumocócica 23V, Dupla Adulta, com reforço a cada dez anos; além disso, uma dose anual contra a Influenza (gripe);
  • Para gestantes: 3 doses contra Hepatite B, 3 doses da Dupla Adulta, ambas a depender da situação vacinal anterior; uma dose a cada gestação, a partir da 20ª semana de gravidez, da dTpa; além disso, uma dose anual da vacina contra a Influenza (gripe).

Grupos prioritários

vacinação grupo prioritário

Os grupos prioritários para as vacinas, ou seja, indivíduos que têm preferencia na hora de tomá-las, uma vez que, de alguma forma, correm mais risco de serem contaminados por determinadas doenças, são os seguintes:

  • Idosos, acima de 55 anos,
  • Crianças entre 6 meses e 6 anos,
  • Grávidas,
  • Puérperas,
  • Professores das redes privada e pública,
  • Pessoas que trabalham na área da saúde,
  • Índios,
  • Adolescentes e jovens entre 12 e 21 anos e que estejam sob medida socioeducativa,
  • Indivíduos em regime fechado (presos), bem como os profissionais do sistema prisional,
  • Portadores de doenças crônicas,
  • Todos os indivíduos em situação ou área de risco.

Para saber se você se aplica a um dos grupos prioritários acima, dirija-se à Unidade Básica de Saúde mais próxima à sua casa em Teresina e se informe diretamente com a equipe médica.

Principais campanhas de vacinação em Teresina 2020

A maioria das vacinas mencionadas anteriormente podem ser tomadas em qualquer época do ano, bastando dirigir-se à Unidade de Saúde mais próxima de sua residência.

Porém, algumas só são aplicadas em mais indivíduos graças à liberação de mais unidades, em determinadas épocas do ano, em que ocorrem as chamadas Campanhas de Vacinação.

Embora nenhuma campanha ainda tenha sido confirmada, podemos presumir algumas delas com base em campanhas em anos anteriores. Dificilmente ocorre uma mudança na época em que uma campanha ocorre, uma vez que geralmente são feitas em época de maior incidência de determinada doença.

Portanto, com base nas informações abaixo, você já pode ir se programando para não perder nenhuma delas.

Recomendamos, também, que você acesse com frequência o site da Prefeitura Municipal de Teresina, em especial a seção destinada à saúde, a fim de ficar por dentro de possíveis novidades relacionadas às campanhas.

Dito isso, vejamos algumas previsões de possíveis datas de campanha de vacinação em Teresina 2020:

  • Campanha contra a Influenza (gripe): entre o começo de abril e o final de maio.
  • Campanha contra o Sarampo: em dois momentos; geralmente, uma primeira fase destinada a crianças de 6 meses a 5 anos, ocorrendo em outubro; e uma segunda fase, destinada a adultos de 20 a 29 anos, ocorrendo em novembro.
  • Campanha contra a Poliomielite e o Sarampo: geralmente em agosto.

Outras campanhas poderão ser incluídas e que você pode conferir no site oficial da Prefeitura de Teresina. Não perca a chance de se imunizar em 2020!

Patrícia Fischer

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content