Campanha de Vacinação Teresina 2020

A gripe é uma das doenças que mais faz vítimas no ano tanto pelas suas infecções quanto pela fácil transmissão entre as pessoas. No Brasil, o Sistema Único de Saúde (SUS) é responsável por adquirir as doses da vacina, vista pelos médicos como a única forma de combater o vírus com eficácia.

A gripe é causada pelo vírus Influenza, que causa febre, dor no corpo e tosse seca aproximadamente quatro dias depois do contato com o transmissor. Em casos mais graves, o vírus pode matar se não for tratada a tempo, principalmente nos grupos de alto risco.

Para saber onde tomar esta e outras vacinas em Teresina em 2020 e manter-se protegido, confira os passos abaixo:

Campanha de Vacinação em Teresina 2020

O SUS é o responsável por levar as vacinas até as unidades de saúde e de pronto atendimento dos municípios e estados.

vacinação teresina 2020

Em Teresina, as doses são aplicadas conforme a Campanha Nacional de Vacinação estabelecida pelo Governo Federal.

Mesmo assim, a data para a Campanha de Vacinação Teresina 2020 ainda não foi confirmada, mas é possível ficar de olho pelas redes sociais ou pelo site do Ministério da Saúde.

Se você mora em Teresina e já quer adiantar algumas coisas, confira algumas unidades que estão à disposição para aplicar a vacina no município:

  • Hospital da Primavera,
  • Hospital do Buenos Aires,
  • UBS Antônio Noronha Filho – Parque Brasil,
  • Hospital do Satélite,
  • UBS Santa Isabel,
  • Hospital do Dirceu,
  • UBS Renascença,
  • UBS São Pedro,
  • Hospital do Promorar,
  • UBS Vila Irmã Dulce, entre outros.

É relevante lembrar também que as vacinas são aplicadas primeiramente em públicos prioritários, que tem mais chances e riscos de contraírem a doença.

Fazem parte desse grupo:

  • Idosos com mais de 60 anos,
  • Crianças entre 6 meses e 6 anos de idade,
  • Gestantes,
  • Mulheres que tiveram filhos nos últimos 45 dias,
  • Funcionários da área da saúde,
  • Professores de escolas públicas e privadas,
  • Indígenas,
  • Portadores de doenças crônicas e outras condições,
  • Jovens e adolescentes que cumprem medidas socioeducativas,
  • Presidiários,
  • Servidores do sistema prisional.

Documentos necessários

Para ser vacinado, as pessoas precisam ir até a unidade ou hospital mais próximo que seja atendido pelo SUS (UBS ou UPA). Mesmo assim, elas precisam estar com alguns documentos em mãos para conseguir receber a vacina.

A imunização exige que o paciente tenha carteirinha da vacinação e documento oficial com foto para identificação.

As pessoas que pertencem aos grupos prioritários também devem comprovar suas situações. Por exemplo, uma gestante precisa do cartão-gestante ou ainda a certidão de nascimento da criança.

Benefícios da vacina da gripe

Como uma das principais vacinas anuais das campanhas em Teresina, assim como no país inteiro, é importante abordarmos sobre a vacina da gripe.

Se imunizar é estar protegido contra a gripe, uma das doenças que causa desconforto, dores, febre e pode até matar. Além disso, ao tomar a vacina, o cidadão deixa de ser um agente transmissor dos três vírus combatidos pela vacina e colabora para uma redução dos casos registrados.

Mesmo vacinado, é possível pegar gripe?

A resposta para essa questão é afirmativa. A vacina cobre as principais espécies que o vírus propaga, mas não consegue impedir todas de se criarem. A taxa de sucesso, de acordo com o Ministério da Saúde, está estimada entre 70 e 90%. Mesmo assim, algumas pessoas dizem que ficaram gripadas logo após receber a dose.

Nesses casos, é preciso lembrar também que existem os resfriados, que são confundidos com a gripe e precisam de atenção.

Posso tomar a vacina fora do grupo prioritário?

O restante do público, que não está incluído nos pacientes prioritários, deve receber as vacinas que sobraram campanha de vacinação gratuitamente. Mesmo assim, se na sua cidade não sobrou, é possível comprar as doses alguns hospitais a partir de R$ 80 e R$ 200.

Em alguns casos, quando o público prioritário é vacinado conforme a meta de público, a Secretaria de Saúde de Teresina realiza mutirões aos sábados, chamados de “Dia D” contra a dengue. Nessas datas, podem ser vacinados os públicos prioritários ou também as demais pessoas, de acordo com a disponibilidade de medicamento da cidade.

Patrícia Fischer

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content