Vacina da gripe Curitiba 2020: Data, local, contraindicações, documentação e mais

A gripe é uma doença infecciosa que é ocasionada por vírus, sendo que pode afetar desde humanos até animais. Os sintomas são clássicos e fáceis de serem identificados: calafrios, febre, dores de garganta, tosse, cansaço em excesso e desconforto geral no corpo.

A melhor maneira de se livrar da gripe é se prevenir, seja por meio de alimentos específicos, por meio do uso de multivitamínicos, por cuidados diários e claro, pela vacinação, que acontece anualmente em todas as cidades brasileiras.

Na cidade de Curitiba não é diferente, basta que você procure o postinho do SUS ou clínica privada mais próxima de você dentro do prazo de vacinação e pronto, estará imunizado contra a doença o quanto antes. Veja abaixo mais informações sobre esse procedimento.

Vacina da Gripe: como funciona?

Vacina da gripe Curitiba 2020: Data, local, contraindicações, documentação e mais

A vacina da gripe é realizada pelo Ministério da Saúde, sendo que é preciso ficar atento ao período de vacinação e também ao público de risco disponibilizado. A vacina é aplicada de maneira fácil, rápida e simples, desse modo, diminui as chances de se ter o vírus e também de passar para seus familiares e amigos.

A vacinação está com planos de aumentar a idade no público infantil, anteriormente só era aplicada em crianças de 6 meses até 5 anos incompletos, porém agora atinge até os 6 anos incompletos.

Veja abaixo quais são os grupos prioritários que devem tomar a vacina da gripe o quanto antes:

  • Indivíduos que têm mais de 60 anos;
  • Crianças entre 6 meses de idade até 6 anos incompletos;
  • Gestantes;
  • Mulheres que tiveram filho nos últimos 45 dias;
  • Trabalhadores da área da saúde;
  • Professores de escolas públicas e privadas;
  • Povos indígenas;
  • Portadores de doenças crônicas e com outras condições clínicas;
  • Jovens e adolescentes entre 12 até 21 anos que estejam sob medidas socioeducativas;
  • População privada de liberdade;
  • Funcionários do sistema prisional.

Existem também algumas doenças crônicas que priorizam o recebimento da vacina, que são:

  • Doenças respiratórias crônicas (asma, DPOC, fibrose cística e outras);
  • Doenças cardíacas crônicas (hipertensão, insuficiência cardíaca);
  • Doenças neurológicas crônicas (AVC, paralisia cerebral, esclerose múltipla e outras);
  • Doenças hepáticas crônicas (pacientes com diálise, síndrome nefrótica);
  • Diabetes;
  • Obesidade;
  • Imunossupressão (pessoas que tem o sistema imunológico abalado por doenças ou medicamentos);
  • Trissomias (síndrome de down, de klinefelter e de wakany);
  • Transplantes (de órgãos sólidos e de medula óssea).

Data e local da vacinação

A campanha da vacinação costuma acontecer entre o mês de abril até maio, porém ainda não se tem data certa para o ano de 2020. Ela costuma ser dividida entre fases de acordo com os grupos de risco, por isso, vale a pena ficar atento em qual grupo você se encaixa e quais são as suas datas específicas de vacinação.

A vacinação costuma acontecer de segunda até sexta-feira no horário de atendimento respectivo de cada unidade de saúde, são ofertadas pelas UPAs ou postinhos do SUS. É importante ficar atento ao dia D, um sábado específico em que alguns postos de saúde são abertos para melhorar o alcance do público que precisa ser vacinado.

Veja como tomar a vacina da gripe em outras cidades:

Mas se eu não faço parte do grupo?

Vacina da gripe Curitiba 2020: Data, local, contraindicações, documentação e mais

De primeiro momento as doses estão disponíveis apenas para as pessoas que estão nos grupos mencionados acima, assim, as outras pessoas precisam ir até a rede privada comprar a vacina, que geralmente custa entre 100 e 200 reais, dependendo da cidade.

Nas clínicas particulares a vacina aplicada é quadrivalente, aquela que protege de todos os tipos e subtipos da influenza. No ano de 2018 a ANVISA aprovou uma versão do imunizante específica para quem já tem mais de 65 anos, porém ela existe apenas em clínicas particulares: sua eficácia aumenta em até 24% quando comparada ao estilo tradicional.

Essa vacina ainda não está disponível no ano de 2019, previsões apontam que estejam em comercialização no ano de 2020.

Quais são as contraindicações da vacina?

  • Crianças que tem menos de 6 meses;
  • Pessoas que tenham registrado reação das doses anteriores;
  • Pessoas que tem alergia grave ao ovo de galinha e derivados.

Documentação necessária para ser vacinado

Vacina da gripe Curitiba 2020: Data, local, contraindicações, documentação e mais

  • Para pessoas sem condições especiais, é necessário levar a carteira de vacinação e documento de identificação com foto.
  • Já pessoas que tem doenças crônicas ou outras condições clínicas especiais, é necessário que tenham prescrição médica, especificando o motivo que precisam tomar a vacina.
  • Pacientes que já estão cadastrados no controle de doenças crônicas do SUS devem se dirigir aos pontos de registro para receber a dose sem precisar da prescrição médica.
  • Mulheres grávidas ou que acabaram de ganhar bebê precisam levar a certidão de nascimento do bebê, o cartão-gestante e documento do hospital em que o parto ocorreu.
  • E por fim, profissionais do público prioritário como professores e trabalhadores da saúde devem levar contracheque ou crachá.

Marcela Mazetto

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content