Vacina da gripe Nova Iguaçu 2020 – Datas, Locais e Grupos Prioritários

Anualmente, a prefeitura de Nova Iguaçu faz uma campanha de vacinação contra a gripe, imunizando a população gratuitamente contra a doença, que pode desencadear graves problemas respiratórios, sobretudo no inverno.

Mas, afinal, como tomar a vacina da gripe Nova Iguaçu 2020? A seguir, damos essa informação. Confira e saiba como se imunizar de graça durante a campanha realizada pela prefeitura e Ministério da Saúde.

Como funciona a vacina da gripe Nova Iguaçu 2020?

A vacina é disponibilizada pela prefeitura de Nova Iguaçu em parceria com o Ministério da Saúde. A imunização é aplicada gratuitamente em postos de saúde do município durante um período específico do ano.

Linhas do vírus da gripe estão presentes na vacina, porém de forma atenuada. Assim que a vacina é aplicada, o organismo identifica o vírus e começa a produzir anticorpos, o que acaba garantindo proteção contra a doença durante cerca de um ano.

Inicialmente, a vacina da gripe é aplicada somente em um grupo chamado de prioritário. Posteriormente, esse grupo é estendido. Caso restem vacinas, toda a população do município poderá se imunizar.

Grupos de prioridade

O grupo prioritário é formado por pessoas com maior chance de contrair a doença e de sofrer efeitos adversos / sintomas mais graves. A seguir, listamos quem pertence a esse grupo:

  • Crianças de 6 meses até menores de 5 anos;
  • Grávidas;
  • Puérperas;
  • Idosos a partir de 60 anos;
  • Índios;
  • Profissionais da área da saúde;
  • Policiais e bombeiros;
  • Funcionários dos Correios;
  • Aqueles que trabalham em tribunais de justiça e fóruns;
  • Profissionais de creches, do ensino básico e superior;
  • Coletores de resíduos e funcionários de limpeza urbana;
  • Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos que estejam sob medida socioeducativa;
  • Presos;
  • Profissionais do sistema prisional;
  • Doadores de medula óssea e sangue;
  • Cuidadores de idosos e crianças;
  • Diagnosticados com doenças crônicas.

Se ocorrer de o grupo de prioridade ser estendido, normalmente ele passa a considerar pessoas que tenham a partir de 50 anos e demais funcionários que prestam serviços públicos.

Quem não deve tomar a vacina da gripe?

A vacina da gripe não é recomendada para pessoas com perfis específicos. Abaixo, apresentamos quais são as contraindicações:

  • Bebês com menos de 6 meses;
  • Quem teve reação a vacina anteriormente;
  • Pessoas com alergia ao ovo de galinha.

Requisitos básicos para tomar a vacina da gripe

A vacina só é aplicada se a pessoa em questão cumprir alguns requisitos básicos previamente definidos pelo município e Ministério da Saúde:

  • Enquadrar-se no grupo prioritário;
  • Não ter contraindicação à vacina;
  • Ter consigo documentos pessoais.

Documentos necessários

Poucos documentos são solicitados para tomar a vacina da gripe Nova Iguaçu 2020. A seguir, listamos todos:

  • Documento de identificação (RG);
  • Carteira de vacinação, caso tenha uma;
  • Comprovante de condição profissional (crachá ou holerite) ou física (prescrição médica).

Datas e locais para tomar a vacina da gripe Nova Iguaçu 2020

A vacina da gripe Nova Iguaçu geralmente é aplicada a partir do mês de abril até junho. Se houver vacinas remanescentes, a campanha pode ser estendida até o mês de julho.

Quanto aos locais de aplicação da vacina da gripe, é possível tomá-la em postos de saúde do município, bem como nos de imunização. Nestes casos, a vacina é gratuita.

Caso prefira, há uma segunda opção, a de tomar a vacina em hospitais, laboratórios e clínicas particulares, no entanto, nesses casos a imunização não é gratuita e os valores variam entre as empresas responsáveis pela aplicação.

Efeitos colaterais

Uma das principais dúvidas envolvendo a vacina da gripe é se ela provoca efeitos colaterais. Curiosamente, pode acontecer, mas não é em todo mundo, depende muito do organismo da pessoa. E quais seriam os efeitos colaterais da vacina contra gripe? Conheça-os, a seguir:

  • Vermelhidão, dor e endurecimento do local em que a vacina foi aplicada. Estes sintomas são mais comuns, leves e somem dentro de 48 horas após se imunizar;
  • Dor muscular, febre e mal-estar, sintomas que normalmente aparecem de 6 a 12 horas depois da aplicação da vacina e têm durabilidade máxima de 2 dias.

Se os sintomas surgirem, não há necessidade de consultar um médico imediatamente, porque eles tendem a sumir em curto prazo. Caso permaneçam além do período indicado, consulte um profissional.

Gilmar Penter

Fotógrafo, ator e comunicador. Gil é apaixonado pelas artes e pela aventura que é a vida. Nas palavras, vê uma chance de mudar o mundo, mesmo que para isso tenha que vir até ele, afinal, passa muito mais tempo no mundo da lua.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content