Vacina da Influenza Curitiba 2020 – Como funciona? Efeitos e Datas

A partir do Plano de Implantação de cada estado, você descobre quando acontecem as campanhas de vacinação para o ano vigente, sempre com orientações do Ministério da Saúde.

Para 2020, a Vacina da Influenza (a famosa vacina contra a gripe) atenderá pelo menos 67,7 milhões de pessoas como público-alvo – isso sem contar o restante da população após permitir que os grupos prioritários tenham acesso à vacina primeiro.

vacinação influenza curitiba 2020

Veja mais informações sobre a Vacina da Influenza Curitiba 2020 e planeje-se!

Como funciona a vacina da Influenza?

A vacina contra a gripe é formada por restos de microrganismos inativados do vírus Influenza que mais estão circulando no país no ano atual, por isso a composição da vacina pode ser alterada anualmente.

As cepas virais inativadas para a produção da vacina da influenza são purificadas e cultivadas em células de embrião de galinha.

Com a presença destes fragmentos “mortos” do agente infeccioso, você não sofre riscos a ponto de ter a doença – essas partículas serão consideradas “estranhas” pelo seu organismo e o seu sistema de defesa irá começar a produzir anticorpos para eliminá-las.

Assim, seu corpo possuirá anticorpos prontos para deter qualquer possibilidade de contágio.

Ou seja, você está imunizado (a) a partir de então.

Grupos prioritários

vacinação da influenza 2020

Uma das novidades para 2020 em relação à vacina da influenza Curitiba 2020 é a ampliação do público-alvo (os chamados grupos de prioridade).

A partir deste ano, adultos de 55 a 59 anos poderão ser considerados prioritários e poderão ter acesso à vacina antes de todo o resto da população.

Todos os anos, cada cidade busca vacinar pelo menos 90% dos grupos prioritários que não envolvem somente pessoas de 55 a 59 anos, mas também:

Idosos (60 anos em diante),

✅ Crianças (de 6 meses a 5 anos incompletos),

✅ Gestantes,

✅ Puérperas (até 45 dias após o parto),

✅ Trabalhadores da saúde,

✅ Professores de escolas públicas e privadas,

✅ Povos indígenas,

✅ Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições especiais,

✅ Forças de segurança e salvamento (policiais, por exemplo),

✅ Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos que estão sob medidas socioeducativas,

✅ População privada de liberdade,

✅ Funcionários do sistema prisional.

O reforço da Vacina da Influenza Curitiba 2020 deve ser feito todos os anos pela mutação viral ser frequente.

Contraindicações

Infelizmente, nem todas as pessoas podem se vacinar contra a gripe.

A imunização está contraindicada para quem sofreu reação alérgica grave à vacina contra a gripe anterior ou possui alergia a qualquer um de seus componentes.

Pessoas com doenças ainda sem diagnóstico e pacientes com doenças crônicas não controladas devem adiar a imunização.

Datas e Locais Vacina da Influenza Curitiba 2020

A campanha de vacinação da Vacina da Influenza para Curitiba em 2020 tem prazos mais ou menos definidos: o período envolve abril e maio, mas sem datas corretas ainda.

A divulgação do calendário vai estimular o conhecimento da população e ajudar os grupos prioritários a se dirigirem até um posto de vacinação.

Por isso, de primeiro momento, a Vacina da Influenza Curitiba 2020 é voltada apenas para os grupos de prioridade. Após um determinado período da campanha, ela é liberada para todas a população, ok?

Vá até uma unidade de saúde mais próxima de sua casa e imunize-se.

Curitiba costuma fazer o Dia D – um sábado específico durante a campanha de vacinação onde alguns postos de saúde são abertos para facilitar o alcance da população que precisa desta vacina.

Documentação

Para o dia em que você for até uma unidade de saúde, esteja atento (a) aos documentos que você precisa ter em mãos:Documentos

☑️ Documento de identificação,

☑️ Cartão do SUS (para agilizar seu atendimento),

☑️ Carteirinha de vacinação,

☑️ Prescrição do médico indicando a necessidade da imunização,

☑️ Crachá ou contracheque (em casos de professores ou outros profissionais dos grupos prioritários).

Se achar necessário, ligue para a unidade de saúde e verifique se há a necessidade de ter outros documentos junto de si.

Efeitos colaterais da Vacina da Influenza Curitiba 2020

Assim como qualquer outra vacina, a da Influenza Curitiba 2020 pode fazer com que o imunizado sofra com algumas reações adversas.

Isso é basicamente bem comum, onde se divide entre manifestações locais e sistêmicas.

Você poderá sentir no local da vacinação:vacinação

📍 Dor,

📍 Edema,

📍 Eritema,

📍 Enduração.

Já de sintomas pelo corpo, provavelmente você passará por mialgia, febre e mal-estar.

Se os sintomas persistirem, consulte um médico!

Patrícia Fischer

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content