Campanha de Vacinação em São Bernardo do Campo 2020 – Informações

Assim como em grande parte dos municípios paulistas, São Bernardo do Campo terá em 2020 foco na campanha de vacinação contra a gripe, visto que é uma das doenças mais recorrentes e virais que conhecemos, pois acomete as vias respiratórias, ocorrendo quando a pessoa é infectada pelo vírus Influenza.

Abaixo esclarecemos um pouco mais sobre o método de prevenção da vacina da gripe, além da campanha de vacinação para essa doença (que se parece muito com as campanhas para outras enfermidades) em São Bernardo do Campo.

Como a vacina da gripe funciona?

A transmissão do vírus se dá por via respiratória, normalmente por inalação de partículas advindas da secreção que ficam suspensas no ar. Devido a isso é preciso ter um certo cuidado ao tossir ou espirrar quando se está com gripe.

A gripe se inicia – na grande parte dos casos – de maneira repentina, gerando febre alta, dores no corpo e na cabeça, náuseas e mal-estar. Por acometer as vias respiratórias pode gerar dor de garganta, inflamação da mesma, tosse e coriza.

A prevenção da gripe se dá basicamente por meio de dois métodos: cuidados com a higiene e vacinação. As formas de ter um cuidado com a higiene são muito fáceis de serem reproduzidas, como por exemplo, cobrir a boca ao tossir ou espirrar e manter as mãos higienizadas.

Já a vacinação objetiva é o método onde o indivíduo não irá mais adquirir a doença (gripe), ou caso isso não seja possível, que tenha uma doença “mais leve”.

campanha de vacinação são bernardo do campo

A vacina da gripe é caracterizada como trivalente, ou seja, garante imunidade para três tipos de vírus distintos.

Todo ano, a Organização Mundial da Saúde (OMS) atualiza sua recomendação para a composição das vacinas. Isso porque os vírus que causam a gripe sempre estão sofrendo mutações genéticas, para não perder a eficácia da vacina. Dessa maneira, em 2020, só serão produzidas e vendidas as vacinas que estiverem conforme as recomendações da OMS.

Grupos de prioridade nas Campanhas de Vacinação

Para o ano de 2020, os grupos de prioridade para a maior parte das vacinas são os seguintes:

  • Idosos a partir de 55 anos,
  • Crianças de seis meses a 6 anos de idade,
  • Trabalhadores de saúde,
  • Professores de rede pública e privada,
  • Povos indígenas,
  • Gestantes,
  • Puérperas (mulheres com até 45 dias de pós parto),
  • Indivíduos privados de liberdade,
  • Funcionários do sistema carcerário.

Além disso, pessoas com doenças crônicas não transmissíveis, como a diabetes, hipertensão e câncer ou com outra condição de saúde especial devem tomar a vacina.

Contraindicações das vacinas

Falando primeiro da vacina da gripe, é possível avisar que não existem contraindicações, pois o agente imunizante contra o vírus Influenza é uma bactéria morta e inativa.

O Ministério da Saúde somente contraindica para crianças menores de seis meses. Vale ressaltar, que indivíduos que possuem grande alergia à ovo devem tomar a vacina em um ambiente que ofereça tratamento de urgência.

O mesmo vale para outras vacinas das Campanhas de Vacinação de São Bernardo do Campo em 2020 – se você possuir qualquer alergia a algum componente da vacina ou mesmo já tenha se imunizado, deve evitar de tomar.

Principais vacinas ofertadas por temporada

 

A vacina da gripe é ofertada geralmente entre abril e outubro, pois é a época que mais frequentemente ocorre a doença, visto que é um período mais frio, ocorrendo ainda mais nas regiões onde as condições climáticas são mais definidas.

Já a vacina de raiva em cães e gatos ocorre todo o ano, de segunda e quarta das 9:00 às 16:00 no próprio Centro de Zoonoses.

Em 2019, devido ao surto de sarampo, no meio do ano também houve uma campanha muito grande para conter a doença em São Bernardo do Campo e que provavelmente vai se manter para o ano de 2020.

Outras vacinas que possuem campanha própria são a da poliomielite, febre amarela (por conta dos surtos da doença recentemente), HPV – para jovens -, e outras que dependerão não somente de casos de epidemia como também das próprias definições do Ministério da Saúde.

Documentos para a vacinação

Os responsáveis pelas crianças devem levar a carteira de vacinação delas.

Já as gestantes e puérperas, precisam levar a carteira de pré–natal para comprovar a data do parto.

Enquanto isso, os profissionais de saúde devem apresentar a carteira profissional.

Para os idosos, o Registro Civil (RG) para provar que se tem mais de 60 anos.

Por fim, os pacientes com doença crônica devem levar uma declaração do médico ou uma prescrição de medicamento que tenha sido feito no máximo há três meses.

Locais para vacinação

Em São Bernardo, todas as 34 UBSs (Unidades Básicas de Saúde) trabalham nas campanhas de vacinação. Dirija-se até a mais próxima de sua residência para fazer a sua imunização!

Instituições como o SESI, em São Bernardo, oferecem também a vacina da gripe, por exemplo, mas de maneira não gratuita, voltada para as empresas que queiram imunizar seu funcionários. Empresas associadas aos sindicatos filiados à FIESP têm desconto no atendimento.

Patrícia Fischer

Conheça Mais Sobre o Autor

Um comentário

Deixe seu Comentário

WebGo Content